Arquivo de agosto, 2013

Esse é um review sincero, positivo ou negativo, é um review sincero.

Leitor
Chegou ao Brasil o dispositivo de pagamentos da iZettle, uma empresa européia focada em pagamentos OnLine com essa idéia que é inovadora e com certeza tem um bom público em potencial.

O Leitor de cartões da iZettle permite que qualquer tipo de empresa ou pessoa aceite pagamentos via cartão de crédito ou débito, conectado ao celular, dando um novo ar para vendedores online e prestadores de serviço autônomos bem como empresas de qualquer tamanho.

Com aplicativos para Android e iPhone eles permitem que se conecte o leitor que basicamente lê a assinatura e o chip do cartão conectado e realliza o pagamento.

Diferenciais:

– Compacto

Como ele é pequeno, é perfeito para levar em bolsas, mochilas, sem contar que para pequenos comerciantes tira a essencialidade de uma máquina de débito.

– Conexão

Testei em conexões wifi e 3G (De São Paulo, aquela bem xexelenta) e funcionou bem, as transações não demoraram mais do que uma máquina de caixa.

– Integração

Serviços como PayPal aceitam a entrada do iZettle o que é muito mais prático!

– Preço

Você paga quando usa, caso contrário, não tem contratos de mensalidades, anuidades e afins, é simplesmente serviço prestado.

– Compatibilidade

Essa é uma questão que quero abrir mais:

Ele possui dois modelos, um com Chip e Assinatura, que serve apenas para cartões de créditos com as bandeiras Mastercard e Visa e outro modelo com um teclado físico para pagamentos de cartões de débito também.

chip-mag-8d000574b5279c17e473a4e72a2a920b

A verão simples está gratuita até o dia 30 de Agosto e você pode pedir a sua Aqui
Após o dia 30 de agosto de 2013, passará a custar R$ 99,00.

Ainda não há previsão da chegada do dispositivo para débito, mas é bom ficar atento, caso haja interesse.

Outro ponto a ressaltar é que existem taxas, assim como as operadoras centralizadoras como a Cielo fazem, então é bom que se atentar para ver se falem a pena, apesar de serem ridiculamente mais baratas do que a de serviços como o Mercado Livre.

pt_BR

Se quer facilidade e um gadget que para compradores e vendedores amadores, Avon, Jequiti, ou não é com certeza uma opção bacana a considerar!
Conhece alguém que se interessa? Se interessou?

Acesse o iZettle, cadastre-se até dia 30 de Agosto de 2013 e receba seu dispositivo DE GRAÇA.

Pós-post: Além do dispositivo, a iZettle gera indicadores por uso com números como Evolução das vendas, Configurações de Equipes,  Clientes Regulares, Valores Médios de Compra e etc. Vale a pena conhecer.

Anúncios

Sempre que a gente compra um Gadget novo começa o papinho de vendedor sobre baterias, mas o que é verdade e o que é mentira?

Bateria

Tipos de bateria:

NiCd – Níquel Cádmio – Esse modelo foi o primeiro tipo de bateria recarregáveis comercializado, por muitos anos equipando nossos celulares e primeiros gadgets recarregáveis, ela tem baixo custo e possuem uma grande vulnerabilidade ao “Efeito Memória”. O tempo de vida desse tipo de bateria é bem curto e a capacidade é menor e poluente para o meio ambiente além do Cádmio que é Tóxico e cada vez mais raro na natureza.

NiMH – Níquel-Hidreto Metálico – Essa é a bateria mais clássica e geradora de mitos, ela é bem menos vulnerável ao efeito memória, armazena mais energia que a bateria de NICd, mas tem um custo mais elevado.

Li-Ion – Íon de Lítio – A bateria mais usada no momento, armazena muito mais energia, são mais leves, NÃO são afetadas pelo efeito memória o que permite que sejam carregadas sem esperar acabar toda a carga.

Li-Pol – Polímero de Lítio – É uma nova variação de bateria de Íon de Lítio, a maior diferença é que elas usam um polímero seco, o que permite que sejam adequadas a diversos formatos diferentes, não precisam de um isolamento de metal como as baterias de Íon de Lítio convencionais e são menos inflamáveis, encontram-se já nos iGadgets da Apple e nas marcas de ponta dos Androids e etc.

O que é o Efeito Memória?

Com passar das recargas parciais, esse tipo de bateria acaba favorecendo o aparecimento de blocos de Cádmio que impossibilitam a carga completa da bateria, fazendo ela indicar 100% completa.

Bateria Explode?

Sim. Se houver uma falha de fabricação no aparelho, ele pode se descontrolar e esquentar a bateria a ponto dela abrir, como uma pipoca… nada mais que isso… se você beber o suco de laranja que sair dela, talvez morra… #NãoTenteIssoEmCasa

Preciso dar 12 horas de carga?

Não… isso se aplica somente a baterias de Cádmio e Níquel, as baterias de Íons de lírio não precisam, pois já estão a todo vapor quando compramos.

Curiosidades:

– As baterias de Íons de Lítio possuem dois estágios de carga, um estágio que se chama “Carga Rápida”, que é a fase que o carregador joga toda a energia suportável na bateria, normalmente vai até os 80% da bateria. E a carga Lenta que é quando passam-se dos 80% normalmente, por isso temos a impressão de demora, isso se faz, pois evita colisão forte no fim da carga, assim a bateria não esquenta tanto;

– Alguns recursos do seu Gadget podem ajudar a reduzir o consumo, como brilho da tela, bluetooth, wi-fi, quando estiver em local com pouco sinal, desligue o 3G, assim o aparelho não ficará desesperado atrás de conexão;

– Quando estiver numa região que não há sinal, mude para o modo avião, para não consumir a antena. Selecione sua operadora manualmente, assim, não haverá procura em toda a rede, apenas por determinado sinal;

– Em ambientes mais frios as baterias tendem a durar mais, procure manter seu aparelho em local arejado e fresco;

– Seu aparelho não explodirá no sol, mas pode danificar outros componentes; 😉

– Desative o Equalizador, ao ouvir música, o Equalizador atua no momento da reprodução, consumindo mais energia do aparelho;

UTILIZE o carregador. É importante manter os Elétrons sempre em movimento, se precisar guardar o aparelho por muito tempo, uma vez por mês ao menos dê uma carga total e descarregue-o para dar uma sacudida nos elétrons.